Temática:

#AdaptaçãoPessoal (1) #Anima (2) #Animus (2) #Arquétipos (2) #Arte (1) #Ascendente (2) #AstrologiaArquetípica (49) #AstrologiaClinica (23) #AstrologiaComportamento (6) #AstrologiaHindu (5) #AstrologiaMundial (9) #Autoafirmação (1) #Autoconhecimento (23) #Beleza (1) #CamposMorfogênicos (1) #Carma (1) #Ciência (7) #Coletivo (1) #ConflitosÍntimos (1) #ConvívioGrupal (1) #Criança (1) #Criatividade (1) #Cristianismo (5) #Cursos (1) #Demarcação (1) #Destino (2) #Devoção (1) #DiagnósticoDePersonalidade (8) #Disciplina (2) #Ego (1) #Entrevistas (4) #Espiritualidade (3) #Estratégia (1) #Eventos (1) #Experimento (1) #Extroversão (1) #Fé (6) #Filho (1) #Filosofia (8) #FilosofiaDaAstrologia (7) #Genialidade (1) #HarmoniaPessoal (1) #Homoafetividade (1) #Identidade (1) #Individuação (1) #Inovação (2) #Inteligência (2) #Interpretação (1) #Introversão (1) #Intuição (2) #Jung (4) #Livre-arbítrio (1) #Magia (1) #Mapa infantil (1) #MenteECorpo (1) #Mitologia (7) #Paciência (1) #Paranormalidade (2) #Pensamento (2) #Pensamento Complexo (1) #Planejamento (1) #Poesia (1) #Preconceito (3) #Profissão (3) #Psicologia (5) #PsicologiaTranspessoal (3) #Psicoterapia (7) #PsiqueColetiva (4) #ReformaÍntima (1) #RelacionamentoPessoal (5) #Religião (5) #Resiliência (1) #Romantismo (1) #Sadismo (2) #Semiótica (4) #Sensação (1) #Sentimento (1) #Sex-appeal (1) #Sexismo (1) #Sexualidade (1) #Sinastria (2) #Solidão (1) #Superego (2) #TécnicaAstrológica (11) #Teologia (3) #TiposHumanos (1) #VidasPassadas (2) #Yang (1) #Yin (1)

6 de nov. de 2013

A consciência humana tem funções altamente especializadas



A consciência humana se exerce por meio de quatro funções básicas: “sensação” (com os sentidos nos conscientizamos da existência de “algo”), “pensamento” (comparando o percebido com o nosso repertório, definimos o que é este “algo”), “sentimento” (por meio de nossa pessoal escala de valores, estabelecemos que valor afetivo este “algo” tem: assusta, atrai, acalma, irrita, entristece, alegra, é belo, é feio etc.) e “intuição” (contextualizando este “algo”, atribuindo-lhe um sentido mais amplo e até mesmo “prevendo” seu desdobramento no tempo).




Tudo junto e praticamente ao mesmo tempo, de tão rápido que é, com cada uma complementando a outra, razão pela qual nenhuma delas é a mais importante.

Todavia, e conforme o seu próprio tipo psicológico, que é de base genética, cada pessoa tende a ter uma destas funções como a predominante em sua mente: utiliza as quatro funções em todo instante, mas é o resultado de uma delas o que parece para a pessoa ser o mais importante em cada situação.

Por isso há pessoas que se deixam orientar mais pelo que sentem sensorialmente, outras que atuam principalmente pelo que avaliam sobre a situação, terceiras que privilegiam o que sentem sentimentalmente em relação ao fato e, quartas, para as quais a difusa percepção da intuição é, “de cara”, o mais importante.

(Como se utiliza o termo “sentir” tanto para mencionar o resultado das sensações corporais: “sinto frio”, quanto o resultado dos sentimentos: “sinto medo”, eu tive de mencionar acima o “sentir sensorial” e o “sentir sentimental”, para deixar claro o que estou falando em cada caso.)

A Astrologia Arquetípica correlaciona simbolicamente estas funções aos quatro Elementos dos Signos: Terra (sensação), Ar (pensamento), Água (sentimento) e Fogo (intuição).

Destarte, ao ter analisada a sua Carta natal astrológica, o consulente compreende melhor qual é seu tipo psicológico e aprende o que deverá fazer para desenvolver melhor as funções que não são a predominante, relativizando a importância desta função principal e obtendo, com isso, ganhos de qualidade em sua percepção consciente global da realidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Translate